Bravacinas

Pneumo 13

Fabricantes

GskPfizerSANOFI PASTEUR 2

Imunização

Doenças Pneumocócicas

R$ 360,00

à vista · 

O que previnem:

A vacina pneumocócica 13-valente previne cerca de 90% das doenças ocasionadas por 13 sorotipos de pneumococos. A doença pneumocócica é uma infecção causada por uma bactéria responsável por diversos tipos de doenças, como a pneumonia, a meningite, infecção da corrente sanguínea, e infecções como de ouvido e seios da face. Essas bactérias podem ser transmitidas por gotículas expelidas por pessoas (através de espirros, tosse, entre outras formas) e pelo contato próximo com uma pessoa infectada.

Do que são feitas:

Tratam-se de vacinas inativadas, portanto não têm como causar as doenças. A VPC13 é composta de 13 sorotipos de Streptococcus pneumoniae (pneumococo) conjugados com a proteína CRM197. Contém também sais de alumínio, cloreto de sódio, ácido succínico, polissorbato 80 e água para injeção

Indicações:

  • Para crianças a partir de 2 meses é recomendada a vacinação rotineira com VPC13 (vacina pneumocócica 13 valente).
  • Para crianças a partir de 6 anos, adolescentes e adultos portadores de certas doenças crônicas, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23 (vacina pneumocócica 23 valente).
  • Para maiores de 50 anos e, sobretudo, para maiores de 60, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23.

Contraindicação:

Crianças que apresentaram anafilaxia após usar algum componente da vacina ou após dose anterior da vacina.

Esquemas de doses:

  • As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam, sempre que possível, o uso da VPC13, devido à proteção ampliada contra mais sorotipos.
  • As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam a vacinação infantil de rotina com três doses da vacina VPC13: aos 2, 4 e 6 meses de vida e 1 reforço entre 12 e 15 meses.
  • Para crianças entre 1 e 2 anos não vacinadas: duas doses com intervalo de dois meses mais um reforço após 12 meses de vida.
  • Para crianças entre 2 e 5 anos de idade não vacinadas: uma dose.
  • Para crianças a partir de 6 anos, adolescentes e adultos com doenças crônicas que justifiquem a vacinação e ainda não vacinados: dose única.
  • Para idosos: dose única + 2 doses da VPP23

Cuidados e possíveis reações adversas:

  • Em caso de febre nas últimas 24 horas recomenda-se adiar a vacinação até a melhora.
  • Em mais de 10% das crianças vacinadas ocorrem: diminuição do apetite, irritabilidade, sonolência ou sono inquieto, febre e reações no local da aplicação (dor, vermelhidão, inchaço ou endurecimento).
  • Entre 1% e 10% dos vacinados relatam: diarreia, vômitos, erupção cutânea, febre acima de 39°C.
  • Entre 0,1% e 1% são acometidos por choro persistente, convulsões, urticária, reação local intensa.
  • Raramente (entre 0,01% e 0,1%) ocorrem: episódio hipotônico-hiporresponsivo (EHH) e anafilaxia.
  • Em adultos, mais de 10% apresentam: diminuição do apetite, dor de cabeça, diarreia, erupção cutânea, dor nas articulações, dor muscular, calafrios, cansaço e reações locais (endurecimento, inchaço, dor, limitação do movimento do braço).
  • Em 1% a 10% ocorrem vômitos e febre.
  • Entre 0,1% e 1% dos vacinados relatam: náusea, alergia grave, gânglios no braço vacinado.
  • Qualquer outro evento ou um prolongamento dos eventos descritos anteriormente devem ser comunicados ao serviço de vacinação.

Fonte

  • Vacinas disponíveis - Família SBIm: https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis
  • Doença pneumocócica (DP): https://familia.sbim.org.br/doencas/doenca-pneumococica-dp

Dados para fins informativos. Consulte um médico de confiança para receber orientações adequadas.

Site protegido · 100% seguro

Certificado SSL