Bravacinas

Pentavalente

Fabricantes

GskSANOFI PASTEUR 2SANOFI PASTEUR 3

Imunização

DifteriaTétanoCoquelucheMeningite por HIBPoliomielite

R$ 380,00

à vista · 

O que previne?

A vacina Pentavalente é responsável por prevenir as doenças:  difteria,  tétano,  coqueluche,  meningite por Haemophilus tipo b e poliomielite (paralisia infantil).

A difteria é caracterizada por ser uma doença infecciosa bacteriana que atinge a garganta e vias aéreas superiores, transmitida facilmente através da via respiratória em gotículas de secreção.

O tétano é uma infecção causada por uma bactéria responsável por liberar uma toxina que afeta os tecidos do sistema nervoso. Podendo ser adquirida através de ferimentos externos ou adquirido durante o parto através do uso de instrumentos contaminados ou aplicação de substâncias infectadas.

A coqueluche é causada por uma bactéria e suas complicações podem levar o desenvolvimento de pneumonia, convulsões e comprometimento do sistema nervoso. Sua transmissão pode ocorrer através de gotículas de saliva.

A bactéria Haemophilus influenzae tipo b, pode ser responsável por causar variadas doenças graves, entre elas, inflamações na garganta, ossos, artrite e a meningite. A transmissão ocorre através de gotículas de saliva e secreções.

A poliomielite é uma doença viral que afeta os nervos, podendo levar a paralisia, sendo de fácil transmissão através do contato com pessoas infectadas, por secreções, via fecal-oral, objetos, alimentos e água contaminadas.

Do que é feita:

Tratam-se de vacinas inativadas, portanto, não têm como causar doença. Além dos componentes da vacina tríplice bacteriana acelular (DTPa), contém componente da bactéria Haemophilus influenzae tipo b conjugado e vírus inativados (mortos) da poliomielite tipos 1, 2 e 3. A composição inclui ainda: lactose, cloreto de sódio, 2-fenoxietanol, hidróxido de alumínio e água para injeção. Pode conter traços de antibiótico (estreptomicina, neomicina e polimixina B), formaldeído e soroalbumina de origem bovina.

Indicação:

É recomendada para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos, sempre que seja indicada cada uma das vacinas incluídas nessa combinação.

Contraindicação:

  • Maiores de 7 anos.
  • Crianças que apresentaram encefalopatia nos sete dias após a aplicação anterior de vacina contendo componente pertussis
  • Anafilaxia a qualquer componente da vacina.

Esquema de doses:

  • Sempre que necessário aplicar vacina para proteger as doenças que compõe a mesma. Na prática acaba sendo feita em 1 dose aos 4 meses de idade e 1° reforço entre 12-18 meses.

Cuidados e possíveis reações adversas:

  • Em caso de febre nas últimas 24 horas recomenda-se adiar a vacinação até a melhora.
  • Reações no local da aplicação (vermelhidão, dor, inchaço)
  • Febre
  • Perda de apetite, vômito, irritabilidade, choro persistente e sonolência (raros)
  • De 0,01% a 1% pode apresentar convulsão febril e episódio hipotônico-hiporresponsivo (EHH)
  • Menos de 0,01%, problemas neurológicos (inflamação no cérebro, alterações de movimento), inchaço transitório nas pernas com manchas roxas ou pequenos sangramentos transitórios, e anafilaxia
  • Qualquer outro evento ou um prolongamento dos eventos descritos anteriormente devem ser comunicados ao serviço de vacinação.

Fonte

  • Vacinas disponíveis - Família SBIm: https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis
  • Meu Calendário de Vacinas: https://meucalendariodevacinas.com.br/

Dados para fins informativos. Consulte um médico de confiança para receber orientações adequadas.

Site protegido · 100% seguro

Certificado SSL