Bravacinas

Dtpar

Fabricantes

GskMsdSanofi PASTER 1SANOFI PASTEUR 2

Imunização

DifteriaTétanoCoqueluche

R$ 290,00

à vista · 

O que previne:

A vacina previne três doenças, difteriatétano e coqueluche.

A difteria é uma doença infecciosa bacteriana que atinge a garganta e vias aéreas superiores, podendo gerar complicações, transmitida facilmente através da via respiratória em gotículas de secreção.

O tétano é uma infecção causada por uma bactéria responsável por liberam uma toxina que afeta os tecidos do sistema nervoso. O tétano não é transmissível entre pessoas, a doença pode ser adquirida através de ferimentos externos ou adquirido durante o parto através do uso de instrumentos contaminados ou aplicação de substâncias infectadas.

A coqueluche é causada por uma bactéria e em suas complicações podem levar o desenvolvimento de pneumonia, convulsões e comprometimento do sistema nervoso. Sua transmissão pode ocorrer através de gotículas de saliva.

Do que é feita:

Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.

Contém os toxoides diftérico e tetânico (derivados das toxinas produzidas pelas bactérias causadoras das doenças), e componentes da cápsula da bactéria da coqueluche (Bordetella pertussis), sal de alumínio como adjuvante, fenoxietanol, cloreto de sódio e água para injeção.

Indicações:

  • Para reforço das vacinas DTPa ou DTPw em adolescentes e adultos.
  • Gestantes.
  • Todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo com bebês com menos de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da Saúde.

Contraindicação:

Pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.

Esquema de doses:

  • Recomendada para o reforço na adolescência.
  • Recomendada para os reforços em adultos e idosos.

Cuidados e possíveis reações adversas:

  • Não são necessários cuidados especiais antes da vacinação.
  • Em caso de doença aguda com febre alta, a vacinação deve ser adiada até que ocorra a melhora.
  • Em crianças com até 9 anos podem ocorrer: irritabilidade, sonolência, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço) e fadiga em mais de 10% dos vacinados. Até 10% podem manifestar falta de apetite, dor de cabeça, diarreia, vômito e febre. Distúrbios da atenção, irritação nos olhos e erupção na pele são incomuns – acometem apenas 0,1% a 1% dos vacinados.
  • Mais de 10% das crianças a partir de 10 anos, adolescentes e adultos experimentam dor de cabeça, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço), cansaço e mal-estar. Em até 10% acontecem tontura, náusea, distúrbios gastrintestinais, febre, nódulo ou abscesso estéril (sem infecção) no local da aplicação. São incomuns (entre 0,1% e 1% dos vacinados) sintomas respiratórios, faringite, aumento dos gânglios linfáticos, síncope (desmaio), tosse, diarreia, vômito, transpiração aumentada, coceira, erupção na pele, dor articular e muscular e febre acima de 39ºC.
  • Qualquer outro evento ou um prolongamento dos eventos descritos anteriormente devem ser comunicados ao serviço de vacinação.

Dados para fins informativos. Consulte um médico de confiança para receber orientações adequadas.

Site protegido · 100% seguro

Certificado SSL